Avançar para o conteúdo principal

Hora de recordar (#2)

As novelas. Quer se goste de acompanhar ou não, as novelas são uma boa forma para distrair e abstrair dos problemas e algumas delas até são capazes de deixar a sua marca :)
Acho que posso afirmar que toda a gente tem uma novela que guarda na memória por algum motivo especial. Eu tenho algumas da época em que era mais nova porque nessa altura não perdia um episódio e vou recordar algumas das que mais gostei.

"Quatro por quatro" uma das que mais me marcou



Um brevíssimo resumo: "Na cadeia, as quatro mulheres unem forças e travam um pacto de vingança contra os homens que as traíram e as fizeram sofrer:cada uma será responsável pela punição do "ex" da outra".
E quem não se lembra da Babalu? :) A Letícia Spiller fazia essa personagem muito bem e foi considerada uma das personagens mais populares de toda  a história das telenovelas.


"Cara & Coroa" esta eu vinha a correr da escola para conseguir ver desde início :)

"Vitória e Fernanda ficam por alguns meses presas na mesma cela, assim que se conhecem e estranham a semelhança física entre as duas".
Mas esta não era a típica história das gémeas que se separaram à nascença, claro que uma se fez passar pela outra aproveitando a semelhança que as unia, mas todo o enredo era muito envolvente e a novela contava com uma Christiane Torloni em grande forma.


Por último mas não menos espetacular :)

"Mulheres de Areia" lembro-me de não ver a primeira vez que foi exibida e de dizer eu não gosto dessa gosto da outra (uma que dava noutro canal). Mas quando a repetiram rendi-me e retirei o que disse porque de facto era uma novela muito boa.


"As irmãs são idênticas, mas de personalidades muito opostas. Enquanto Rute ama o jovem de verdade, é honesta, sincera e amorosa, a irmã é cruel, falsa, seca e só ambiciona ter uma prestigiada posição social e muita fortuna em suas mãos".
Aqui sim tínhamos a típica novela das gémeas :) mas com Glória Pires a fazer duas personagens de uma maneira como poucas o conseguem, com tanta garra e entrega. Para mim uma das melhores actrizes brasileiras e que ainda hoje dá provas disso :)

Estas são apenas 3 mas foram tantas as que marcaram e quase todas tinham uma história empolgante e surpreendente. Hoje são raras as novelas assim, porque são previsíveis e uma espécie de "imitação" do que já foi feito, acredito que seja difícil ser original numa coisa que se faz há tantos anos, mas como antigamente não há :)




Comentários

  1. Eu viaaa e adorava!! Se bem que há outras tantas que me enchiam as medidas ;)


    Beijinho*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois é como a mim :) e foi díficil fazer uma selecção tão pequena! São tantas as que ficaram na memória.

      Eliminar
  2. Eu adorava as telenovelas. Reconheço que de momento nãos igo, prefiro vir ao blogue e ler livros, estarei mal?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ler em vez de ver televisão nunca poderá ser errado :) hoje em dia eu também não sigo quase nenhuma novela, gosto de ver quando tenho algum tempo mas não é aquele seguir sem perder um episódio :) São fases que vamos passando e eu tive a fase das novelas bem vincada em mim confesso :D

      Eliminar
  3. Lembro-me bem dessas novelas, gostava imenso. Presentemente vejo apenas novelas portuguesas :)

    Bjokas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As portuguesas não acompanho muito, mas acho que hoje em dia também já conseguimos ter novelas boas, mas parece-me que funcionam essencialmente como escola de actores (apesar de também lá estarem os actores consagrados claro). Mas os novos alguns vingam outros não.

      Eliminar
  4. Mulheres de Areia, lembro-me que adorei essa.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mesmo gira, e é engraçado como ficam na memória :)

      Eliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Dos chefes que não deviam ser chefes

Hoje não estou 100% e portanto vou desabafar um pouco. Há pessoas que, por vários motivos (justos e outras vezes nem tanto), são chefes mas que não deviam ser. Não deviam ser porque simplesmente não têm capacidade para o serem. Falta-lhes uma componente muito importante que é saber gerir recursos humanos.
Estes recursos que por acaso são Humanos, como o próprio nome indica, são recursos que não podem ser utilizados todos da mesma forma, nem podem ser avaliados (palavra que estes chefes tanto adoram) todos da mesma forma e porquê? Porque as pessoas não são todas iguais. Ora isto parece óbvio mas a verdade é que há pessoas que desconhecem esta verdade que afinal não é assim tão absoluta.
Há chefes que não têm a sensibilidade de perceber o que está à sua frente, às vezes está tão à frente que enerva, e que por esse motivo erram no julgamento, na avaliação e no tratamento dessa pessoa. Acho muito mau e acho que devia ser obrigatório uma formação de vez em quando sobre como lidar com pessoas…

Melhor coisa do mundo

Quando o nosso bebé nos dá aquele abraço apertado. Quando nos dá aquele beijinho que só ele sabe dar e que é um misto de ferradela e lambidela. Quando se põe em pé pela primeira vez no berço a olhar para nós como quem diz "o próximo passo vai ser conseguir sair daqui". Quando abre aquele sorriso lindo quando nos vê chegar. Quando faz aquele sorriso malandro (também lindo) por estarmos a pegar com ele. Quando solta umas gargalhadas contagiantes por estarmos a dizer uma palavra que ele considera muito engraçada. E a lista continuava porque a melhor coisa do mundo é ver o nosso filho tão feliz. Amo-te bebé.


Bebé e a tecnologia/tv

Cada vez mais leio opiniões de várias pessoas, com e sem bebés, sobre o uso de telemóveis ou outro equipamento para sossegar os mais pequenos. E sempre que termino de ler penso a mesma coisa. Será que estas pessoas nunca ligaram o telemóvel com uma música que o bebé gosta para o acalmar? Será que estas pessoas nunca puseram o bebé a ver tv para que ele comesse melhor a sopa/refeição sem ser aos soluços ou aos berros. Será que estas pessoas nunca estiveram num restaurante a tentar comer o seu prato com o bebé ao lado aos prantos e profundamente desconsolado porque falar com ele só não o acalma? Que sorte que estas pessoas têm. Eu não tenho. Eu preciso de vez em quando recorrer a estas ajudas para conseguir que o meu bebé acalme e consiga comer. Eu prefiro que ele veja um pouco de tv do que não coma nada ou vomite o que comeu por estar sempre a chorar. Mas isso sou eu. Posso estar errada, mas prefiro mesmo. Claro que não é uma fixação no telemóvel ou na tv. É por momentos e bastante rápido. M…