sexta-feira, 27 de julho de 2012

A Time to Kill

Mais do que um filme, uma lição de vida!

Tempo de matar é um daqueles filmes que fica para sempre na memória, não só pela mensagem forte que passa mas também pelo desempenho dos actores Matthew McConaughey e Samuel L. Jackson, que estão brilhantes neste filme!

A história passa-se numa época em que o racismo era a regra e não a excepção. Matthew McConaughey advogado de Samuel L. Jackson tinha de provar a sua inocência num caso praticamente impossível de vencer pois para além de toda a gente saber que ele de facto é culpado...ele é negro e isso era a sua sentença naquele tempo.
O discurso final é de uma dureza tão profunda que me emociona cada vez que o ouço...deixo aqui uma parte:

"I want to tell you a story. I'm going to ask you all to close your eyes while I tell you the story. I want you to listen to me. I want you to listen to yourselves. Go ahead. Close your eyes, please. This is a story about a little girl walking home from the grocery store one sunny afternoon. I want you to picture this little girl. Suddenly a truck races up. Two men jump out and grab her [...] So they pick her up, throw her in the back of the truck and drive out to Foggy Creek Bridge. Pitch her over the edge. And she drops some thirty feet down to the creek bottom below. Can you see her? Her raped, beaten, broken body soaked in their urine, soaked in their semen, soaked in her blood, left to die. Can you see her? I want you to picture that little girl. Now imagine she's white."

Aquela última frase explica tudo.
Para mim é um filme que fala de liberdade, de justiça, da luta contra o racismo, de coragem e sobretudo de amor incondicional. Uma história dramática e demasiado triste para "gostar" mas ainda assim um filme que por isto tudo e por me ter marcado desta forma é um dos meus preferidos.



Sem comentários:

Enviar um comentário