Avançar para o conteúdo principal

Quando os Pais se tornam Avós

Nem sempre é fácil.
Os nossos pais têm uma opinião, uma vivência, uma experiência, que é em quase todos os casos muito diferente da nossa. Daí muitos vezes existirem alguns conflitos. Mas no que toca aos netos, os nossos pais são pessoas completamente diferentes do que foram para nós. E isso é bom e é mau.
É bom porque têm tempo para eles, para passear, para brincar, para tudo. E quando não têm arranjam.
Mas por outro lado é mau porque lhes permitem fazer tudo, dão-lhes a comer de tudo, deixam brincar a tudo...e parece que os perigos não existem. Os mesmos perigos dos quais eles nos queriam proteger no nosso tempo. E isso é complicado de gerir, nós não queremos chamar a atenção, mas também não queremos deixar passar tudo. O amor que os avós sentem é de tal forma enorme que eles não conseguem ver mais nada. É bom. Muito bom. Mas temos de estar atentos pelo bem de todos.
Mas uma coisa é certa, os avós são fundamentais para termos filhos felizes. Não tenho dúvidas disso. O meu menino é muito feliz e sei que os avós têm um papel importante nessa felicidade. Por isso, viva aos avós!!
E a vossa experiência como é? Também é assim?
:-)

Comentários

  1. É muito difícil os avós definirem os limites que separam a educação do amor e da permissividade em excesso.
    No meu caso tento sempre chamar a atenção com muita calma e de maneira a que ninguém se sinta ofendido, mas é mesmo difícil. Ser avô é ser pai/mãe duas vezes :)

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Clínica Privada (última temporada) :-(

Então não é que a temporada 6 da Clínica Privada que começou este mês é a última temporada?!  Fiquei triste porque esta é uma das séries que vejo religiosamente desde o primeiro episódio que deu em conjunto com a Anatomia de Grey, e agora vai acabar :( A Kate Walsh, que faz a personagem principal Dra. Addison Montgomery, anunciou a sua saída da série no final desta temporada e então a criadora Shonda Rhimes não teve outra hipótese a não ser "acabar" com a série pois sem a personagem principal esta não fazia sentido e já tinham atingido o ponto alto de criatividade neste trabalho. Não foi bem isto que ela disse mas foi isto que eu percebi e concordo porque de facto já não ia ser a mesma coisa, para mim "Clínica Privada" é sinónimo de "Dra. Addison Montgomery".

Mas, por outras razões, a Shonda Rhimes tem sido alvo de duras críticas por decidir "matar" algumas personagens pelo facto de os actores quererem abandonar as séries, segundo os críticos exist…

A "polémica" resposta dos D.A.M.A

Vi esta notícia sobre a polémica em relação a uma resposta dos D.A.M.A a um comentário de um fã e aqui está um bom exemplo do que se vive atualmente nas redes sociais. Se comentas és criticado, se não comentas és criticado, se comentas com sorrisos és criticado, se comentas com sarcasmo és criticado. Ou seja, faças o que fizeres vais ser criticado. E pensando bem isto é geral, porque, aplica-se a ambos os lados. À banda porque comentou o que comentou e à Sofia Costa Lima porque comentou o que comentou. Preso por ter cão e preso por não ter. Educação? Falta dela? Arrogância? Mas será que isto é mesmo uma polémica ou é falta de assunto? :/

Luísa Barbosa da Rádio Comercial

Ora eu não tenho nada contra a Luísa Barbosa mas hoje quando ia na minha pequena viagem até ao trabalho, como sempre, ia a ouvir a rádio comercial. E estranhei quando só ouvi vozes femininas, tirando claro a voz do nosso Ricardo Araújo Pereira. Mas estranhei as vozes pois nada do Pedro Ribeiro ou do Vasco Palmeirim. Pelo que percebi a ausência do Pedro devia-se ao facto da sua bebé ter nascido (parabéns aos papás!!) e o Vasco estava a caminho. Pois bem, mas isto tudo para dizer que não gostei das meninas lá sozinhas...estava a luísa e outra voz que não reconheci (se alguém souber por favor diga-me quem era). E não gostei porquê? Porque não percebi qual das duas estava à frente da emissão. Atropelavam-se uma à outra. Ora uma dizia a publicidade ora dizia o trânsito ora o tempo. Enfim era uma confusão :/ E a Luísa, no meu entender, mostrou que não está nada preparada para ficar sozinha. Gostei até mais da outra menina, que para além de ter uma voz espectacular, parecia estar muito mais à v…