Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

"H&M" e os "Mee too" desta vida

Estamos numa altura perigosa. Uma altura em que não existe preconceito às claras mas sim disfarçado. Uma altura em que parece que andamos todos preocupados com o próximo mas se calhar não é bem assim. Uma altura em que se fazem movimentos e se aproveitam grandes eventos com extrema visibilidade para fazer discursos "inspiradores". Uma altura em que se aponta o dedo primeiro e só depois se reflete. Ontem apareceu-nos a notícia da H&M e da famosa camisola verde com a frase "o macaco mais fixe da selva" (em inglês) a ser vestida por uma criança de cor. Todo um alarido pela questão racial envolvida e do preconceito que não existe existindo. Vi a camisola antes de saber da polémica e não me suscitou nenhum tipo de pensamento. Nenhum. E li um comentário de alguém que dizia "que camisola fixe para eu oferecer ao meu irmão; sem nunca reparar na cor de quem a vestia". Pois é isso mesmo. Porquê reparar? Em quê? É por isso que estamos numa altura perigosa. Basta alguém…
Mensagens recentes

Feliz Ano Novo!

Um Feliz 2018 é o que vos desejo. Que seja um ano de expectativas superadas e sobretudo que seja um ano cheio de amor. O amor faz com que tudo pareça mais belo, mais completo e mais feliz. Viva a mais um ano. Viva a nós!

Viver na sombra de alguém

Não sei se alguma vez se sentiram na sombra de alguém mas posso já adiantar que é um sentimento muito mau. Estar na sombra de alguém quer dizer que tudo o que faças ou digas vai sempre ser colocado numa balança e vai ser pesado.
Vai ser analisado e comparado com os interesses/gostos ou necessidades de outro alguém. Quer dizer que o que tu dizes não é o importante, o importante é se isso que tu dizes é aceite pelo outro alguém ou não o afeta. É teres uma boa notícia para dar (ou pelo menos julgavas ser boa) e do outro lado haver um constrangimento e quase tristeza, porque essa boa notícia pode interferir com o outro alguém. É teres de ficar tu triste porque não sabias de todos os contornos que pelos vistos tens de validar antes de tomares uma decisão para a TUA vida. E é cansativo viver assim. Dar importância a quem te dá tão pouco e perder noites de sono com isso é duro.
Mas e deixar para lá e seguir em frente?
É difícil. Muito mesmo.
:-(

A Bimby

Vou falar da minha experência com a Bimby. Eu tenho uma e por causa disso tenho uma opinião fundamentada no uso que lhe dou. Tenho lido vários comentários em relação à Bimby, uns a favor, muitos contra e alguns ainda divididos. Mas muitos bastante desagradáveis e quase de "vamos acabar com toda a gente que comprou uma Bimby" (exagerando claro). Mas, é verdade que há quem diga que não vai dar 1000 euros por uma panela da sopa mas há também quem diga que a Bimby lhes mudou a vida. Pois bem, eu não sou nem de uma opinião nem da outra. Se uso mais a Bimby para fazer sopas do que o resto? Sim é verdade uso. Mas isso é porque prefiro pôr a sopa a fazer e ir tratar de outros assuntos, do que pôr a Bimby a fazer parte da comida e esperar para fazer o resto. Sim, a Bimby tem algumas limitações, não dá para fazer extamente aquilo que queremos, pela ordem que queremos, temos de obedecer às receitas e às vezes não dá jeito fazer como ela manda. Mas porque queremos que as refeições calhem be…

Quando os Pais se tornam Avós

Nem sempre é fácil. Os nossos pais têm uma opinião, uma vivência, uma experiência, que é em quase todos os casos muito diferente da nossa. Daí muitos vezes existirem alguns conflitos. Mas no que toca aos netos, os nossos pais são pessoas completamente diferentes do que foram para nós. E isso é bom e é mau. É bom porque têm tempo para eles, para passear, para brincar, para tudo. E quando não têm arranjam. Mas por outro lado é mau porque lhes permitem fazer tudo, dão-lhes a comer de tudo, deixam brincar a tudo...e parece que os perigos não existem. Os mesmos perigos dos quais eles nos queriam proteger no nosso tempo. E isso é complicado de gerir, nós não queremos chamar a atenção, mas também não queremos deixar passar tudo. O amor que os avós sentem é de tal forma enorme que eles não conseguem ver mais nada. É bom. Muito bom. Mas temos de estar atentos pelo bem de todos.
Mas uma coisa é certa, os avós são fundamentais para termos filhos felizes. Não tenho dúvidas disso. O meu menino é m…

Últimos filmes

Dois é uma família (ou "demain tout commence")

Que filme maravilhoso. De deixar a lágrima no olho é certo mas absolutamente fantástico. É sobre o amor mais puro que podemos sentir por alguém. Por um filho. É arrebatador e deixa-nos colados à cadeira desde o primeiro minuto. Aconselho mesmo muito. Vejam.


O Impossível
Já tinha visto este filme mas hoje estava a dar na televisão e não consegui não ver. É um murro no estômago pensar em algo assim. Agora que tenho um filho o impacto deste filme foi totalmente diferente. Aquela família passou realmente por aquilo nas suas vidas, tudo foi verdade e isso é o que custa ainda mais. Não quero sequer pensar como seria acontecer-me algo assim. E ter de fazer das tripas coração para proteger o meu menino. É que nem consigo pensar nisso :( Mas apesar de tudo é um grande filme, com grandes atores e com uns pequenos atores brihantes. Que emoção que eles passaram. Aquele reecontro dos imãos é qualquer coisa...ainda sinto arrepios só de pensar. Quem nã…

Erros que nos marcam

Por vezes fazemos coisas que nos marcam de tal forma que parece que estão sempre ali a olhar para nós e a apontar o dedo. Eu fiz um desses "erros" que cada vez que me lembro dele fico triste, sinto que podia ter feito muito melhor mas não consegui. Já foi há mais de um ano e continua presente como se fosse ontem. Foi com alguém da família, que não é muito próximo agora, mas já o foi no passado. E gostava de ter feito diferente mas na altura fiz o que me pareceu melhor. Tinha acabado de ter o bebé e a minha cabeça andava num reboliço e eu mal conseguia pensar. Penso que tendo em conta o meu estado, qualquer erro seria perdoado e talvez até tenha sido. Mas o pior perdão de receber é o nosso. Até conseguirmos nos perdoar a nós próprios vai um longo caminho. E podem passar anos, mas se for um erro marcante vai continuar na nossa cabeça. E é triste. Muito triste.