quinta-feira, 21 de novembro de 2013

O Hábito de ser Mediano (desabafo)

Eu acho que nos vamos acostumando a que nos digam que somos medianos, não somos maus mas também não somos excelentes. Falta sempre um bocadinho assim para lá chegar, estiveste ali no quase quase mas ainda não foi suficiente. Ao fim de uns anos a ouvir estas avaliações, profissionais ou não, acho que uma pessoa começa a acostumar-se e parece que por mais que se faça nunca se passa dali...parece que vamos sempre ouvir o mesmo "parabéns pelo óptimo trabalho, pela dedicação, pela motivação que mostras sempre". Mas (porque há sempre um mas) não foi o que era preciso para dares um pulo, para chegares ali mais acima um bocadinho. É uma questão de hábito, não sei se por defesa, para a desilusão não ser maior, ou então porque quando o discurso é diferente é verdadeiramente uma surpresa, e isso é bom.
Neste momento sinto-me injustiçada...esse pulo "vai" ser dado por alguém que claramente não merece mas poucos são aqueles que sabem a realidade. E quem merece continua a ter a palmadinha nas costas e as palavras "continua assim que é esse o caminho"....nem que seja preciso percorrê-lo para o resto da vida...porque o que parece interessar é que o caminho é esse. Agora por quanto tempo temos de estar nele sem nada mudar é que ninguém fala.
 

2 comentários:

  1. Quando os " mas" cruzam o nosso destino parece tomarem conta da nossa vida.

    ResponderEliminar