domingo, 17 de julho de 2016

Constança Cordeiro Ferreira

A Constança Cordeiro Ferreira, ou a Fada dos Bebés como é conhecida, é mesmo uma espécie de fada. Li o livro "Os bebés também querem dormir" enquanto estava grávida e reli o último capítulo já depois do meu bebé nascer e posso dizer que me ajudou muito a estar mais tranquila enquanto esperava o meu bebé.
As dúvidas eram muitas mas o que mais me preocupava era se iria saber dar conta do recado, se iria saber quais as necessidades do meu bebé, o porquê dele chorar, dele não dormir...enfim um sem número de preocupações que só aumentam quando o bebé finalmente nasce.
É verdade as dúvidas só aumentam :-) mas também é verdade que não é preciso muito tempo para sabermos responder aos chamados do bebé, para sentirmos confiança em estar com ele e saber tudo o que ele precisa. É mesmo como diz a Constança, o bebé diz-nos o que precisa e nós temos as ferramentas para lhe dar. Eu penso que ter confiança em nós e no nosso instinto é resolver 50% dos problemas, o resto vem com a experiência.
Cada bebé deve ser único, eu só conheço o meu, mas acredito que eles nos dizem tudo, basta só estar atento. E o livro, que aliás recomendo imenso, ajuda muito a estarmos um pouco preparadas para o que aí vem. E onde notei mais foi na questão do colo, a partir do momento em que aceitamos e acreditamos que não há nada melhor que dar colo ao bebé quando ele pede e precisa, ficamos logo mais tranquilas que estamos a fazer o certo. Eu não sou capaz de deixar o meu bebé chorar desconsolado, se o fizesse ia chorar ele e eu, e eu prefiro que estejamos os dois a sorrir :-)
Assim sendo volto a dizer que aconselho a leitura do livro, quer na gravidez quer depois.
Apenas faço um alerta para uma questão: a vontade de chorar sem saber porquê quando o bebé nasce existe e talvez não encontrem ajuda no livro, mas pela minha experiência, é uma fase que passa não se assustem. Há um turbilhão de emoções dentro de nós que tem de sair de alguma forma e chorar é uma delas. E apesar de parecer que estamos tristes ao mesmo tempo que estamos imensamente felizes é normal e faz parte. Não é tristeza, são sentimentos e emoções à flor da pele. E passa. E fica apenas a felicidade de estarmos a cuidar de uma vida com a nossa vida.
:-)

2 comentários: