Avançar para o conteúdo principal

Quando dizemos Chega

Não queremos que assim seja mas há sempre uma altura em que temos de dizer chega.
Não gostamos, tentamos evitar, mas quando parece ser inevitável não podemos fugir.
Até aqui tudo bem.
O problema é quando é com a família :(
Quando é com aqueles que pensamos que vamos poder contar toda a vida. Mas afinal não.
Já se notava uma certa "falsidade", um suportar sem grandes alaridos, mas notando-se que não era um convívio pacífico. Era mais um esforço controlado.
E um dia vai abaixo. Porque quando é assim tem de ir.
E isto acontece quando as pessoas só olham por si e para si.
Só a sua vida é que é complicada. Só os seus filhos é que dão trabalho. Só a sua condição de trabalhar/estudar é que é difícil. Só os seus gastos são importantes. Só o seu tempo é que é precioso. Enfim...tanta coisa que não parava de escrever se fosse a escrever tudo.
Mas o que mais me chateia no meio disto tudo?
Não é a falsidade ter acabado e as cartas estarem todas em cima da mesa. O que me chateia é eu não ter tido a hipótese de mostrar o barulho todo. Sim, porque eu também tenho vida, filho, compromissos, falta de tempo, também já trabalhei e estudei ao mesmo tempo até há bem pouco tempo. Também tenho gastos que importam. Também tenho desafios constantes a surgirem. Mas não. Não o pude dizer. E sei que ás vezes não é preciso dizer. Mas desta vez gostava de ter dito.
Mas não disse.
E aquilo que me consola, como costumo dizer, nas discussões...para os egoístas...fica muito mais presente aquilo que disseram do que aquilo que ouviram. Acham sempre que ficaram por cima (vai-se lá saber o que isso quer dizer).
Por isso, se calhar na verdade, dizer não ia fazer muita diferença.
E é melhor assim.
:(
 

Comentários

  1. Arrependo-me tanto do que não disse... força!

    ResponderEliminar
  2. Reconheço-me no teu texto.
    Força, coragem e vai em frente com aquilo que sentes..

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Clínica Privada (última temporada) :-(

Então não é que a temporada 6 da Clínica Privada que começou este mês é a última temporada?!  Fiquei triste porque esta é uma das séries que vejo religiosamente desde o primeiro episódio que deu em conjunto com a Anatomia de Grey, e agora vai acabar :( A Kate Walsh, que faz a personagem principal Dra. Addison Montgomery, anunciou a sua saída da série no final desta temporada e então a criadora Shonda Rhimes não teve outra hipótese a não ser "acabar" com a série pois sem a personagem principal esta não fazia sentido e já tinham atingido o ponto alto de criatividade neste trabalho. Não foi bem isto que ela disse mas foi isto que eu percebi e concordo porque de facto já não ia ser a mesma coisa, para mim "Clínica Privada" é sinónimo de "Dra. Addison Montgomery".

Mas, por outras razões, a Shonda Rhimes tem sido alvo de duras críticas por decidir "matar" algumas personagens pelo facto de os actores quererem abandonar as séries, segundo os críticos exist…

Clínica Privada - Final

No seguimento deste post estou agora em condições de falar sobre o final da série Clínica Privada uma das minhas séries de eleição nos últimos tempos. E a qual fiquei muito desgostosa ao saber que esta ia ser a última temporada.
Mas tenho a dizer que Adorei esta temporada, deu o merecido destaque a cada personagem, fazendo até uma espécie de homenagem a cada um. No geral gostei do final de todas com excepção da personagem Sam Bennett, porque acho que não fez sentido aquele voltar ao passado quando no presente ele tinha tido uma segunda oportunidade com uma personagem que merecia um final feliz apesar de ter aparecido pouco na série (tentei não revelar muito para quem ainda não viu e quer surpreender-se :) )mas não foi isso que aconteceu e deixou-me um bocado chateada. Mas fora isso gostei mesmo muito do desenrolar da história, continuei a adorar a personagem Jake Reilly e a gostar cada vez mais da Charlotte King (grande actriz). E claro a sempre espectacular Addison que continuo a acredi…

A Bimby

Vou falar da minha experência com a Bimby. Eu tenho uma e por causa disso tenho uma opinião fundamentada no uso que lhe dou. Tenho lido vários comentários em relação à Bimby, uns a favor, muitos contra e alguns ainda divididos. Mas muitos bastante desagradáveis e quase de "vamos acabar com toda a gente que comprou uma Bimby" (exagerando claro). Mas, é verdade que há quem diga que não vai dar 1000 euros por uma panela da sopa mas há também quem diga que a Bimby lhes mudou a vida. Pois bem, eu não sou nem de uma opinião nem da outra. Se uso mais a Bimby para fazer sopas do que o resto? Sim é verdade uso. Mas isso é porque prefiro pôr a sopa a fazer e ir tratar de outros assuntos, do que pôr a Bimby a fazer parte da comida e esperar para fazer o resto. Sim, a Bimby tem algumas limitações, não dá para fazer extamente aquilo que queremos, pela ordem que queremos, temos de obedecer às receitas e às vezes não dá jeito fazer como ela manda. Mas porque queremos que as refeições calhem be…