segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

Dos chefes que não deviam ser chefes

Hoje não estou 100% e portanto vou desabafar um pouco.
Há pessoas que, por vários motivos (justos e outras vezes nem tanto), são chefes mas que não deviam ser. Não deviam ser porque simplesmente não têm capacidade para o serem. Falta-lhes uma componente muito importante que é saber gerir recursos humanos.
Estes recursos que por acaso são Humanos, como o próprio nome indica, são recursos que não podem ser utilizados todos da mesma forma, nem podem ser avaliados (palavra que estes chefes tanto adoram) todos da mesma forma e porquê? Porque as pessoas não são todas iguais. Ora isto parece óbvio mas a verdade é que há pessoas que desconhecem esta verdade que afinal não é assim tão absoluta.
Há chefes que não têm a sensibilidade de perceber o que está à sua frente, às vezes está tão à frente que enerva, e que por esse motivo erram no julgamento, na avaliação e no tratamento dessa pessoa. Acho muito mau e acho que devia ser obrigatório uma formação de vez em quando sobre como lidar com pessoas...quando 99% do trabalho destes chefes...é...imagine-se trabalhar com pessoas.
E tenho dito.
 

3 comentários:

  1. Os chefes deviam colocar-se na posição dos funcionários mas, nem sempre, isso acontece. Um chefe, devia ser funcionário primeiro mas às vezes nem isso resolve nada.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muitos deles já foram igualmente funcionários mas rapidamente esquecem do que passaram. E quase sempre cometem os mesmo erros que um dia criticaram.

      Eliminar